Propaganda política

Propaganda política: Saiba tudo sobre

Esse é aquele típico ano político que traz à tona várias discussões. Além de o evento ser a própria festa da democracia, essa também é uma boa oportunidade para o Marketing Digital mostrar os diferenciais de uma boa propaganda política.

A propósito, por causa da migração crescente dos expectadores para as redes sociais, é nesse meio que devem estar muitos dos esforços empenhados. Entretanto, você precisa saber como fazer isso da maneira correta, e é por isso que nós estamos aqui.

Finalmente chegamos ao tempo onde, o mundo digital passa de ambiente complementar para a propaganda política, e passa a ser o seu maior meio. Inclusive, nada é mais justo do que isso, pois, quase 70% da população brasileira já está imersa nesse mundo virtual por meio das redes sociais. Então, é hora de explorar o seu potencial.

Aqui estão reunidas as principais informações sobre o assunto, para que você entenda bem como fazer funcionar a propaganda política nesse meio.

O que é Marketing Político?

Na verdade, o conceito é bastante autoexplicativo, e é sobre isso. O Marketing Político é uma ramificação de estratégias de marketing, entretanto, voltado para o mundo da propaganda política.

Então, o marketing político é o conjunto de estratégias que dão publicidade aos atos de um político, a fim de mantê-lo próximo de seus eleitores. Ou seja, não é só o caso de angariar votos, mas, também de manter os eleitores informados e engajados durante todo o mandato, a fim de prestar contas e, claro, garantir os votos da próxima campanha.

Propaganda política
Foto – Reprodução: Canva

Quando o assunto é eleições nacionais, isso é ainda mais importante. Pois, convenhamos, é provável que você nem se lembre quais foram seus votos em deputados estaduais e federais nas últimas eleições. E, caso se lembre, dificilmente saberá o que eles fizeram ou estão fazendo em seus cargos. Embora talvez você esteja mesmo demasiado desinteressado no assunto, talvez a culpa disso seja do próprio político que não soube fazer com que essas informações chegassem até você.

Mas, se você está na ponta da informação, esse pode ser o diferencial dos seus serviços. Se está a fim de se embrenhar pelo mundo da propaganda política, é hora de transformar esses questionamentos em ação de marketing. Assim você melhora a relação entre a política e seu eleitorado e, de quebra, ainda descola um trabalho a mais.

Principais regras da propaganda política

A grande verdade é que a propaganda política na internet ainda está sob nuvens nebulosas de regras. Ao que parece, o mundo digital evoluiu muito mais rápido do que a criação de regras. Embora haja considerações feitas pelo Tribunal Superior Eleitoral – TSE – acerca do assunto, elas  não abrangem todas as possibilidades. Então, a saída é prezar pelo bom senso e boa interpretação, e partir para o abraço.

Assim, o que se tem oficialmente é a permissão para o impulsionamento das candidaturas a partir da publicidade paga das redes sociais. Isso não poderia ser feito por pessoas físicas, a fim de evitar que familiares e amigos dos candidatos usem esses recursos para pedir votos. Ao mesmo tempo, não se pode vetar a livre manifestação das pessoas, mesmo que elas sejam sobre candidatos. Então, na prática, posts em páginas comuns podem ser feitos a título de livre expressão.

No mais, a ideia é seguir as regras comuns às propagandas que já vigem há muito tempo. É o caso de respeitar datas e cumprir as regras que você já conhece bem.

Como desenvolver uma boa estratégia?

Primeiramente, é preciso formar uma boa equipe com gabarito para a tarefa. Afinal, o desenvolvimento atual do marketing digital não permite mais amadores. Além de mandar bem nas técnicas do Marketing Digital, os participantes dessa equipe também devem ser inteirados do mundo político. A partir da união dessas e de outras características é que se terá uma boa propaganda política.

Agora que você já tem um bom pessoal, é hora de montar também um bom planejamento de campanha virtual. Isso inclui elaborar um calendário eleitoral com base nas datas previstas para cada acontecimento. Aqui se tem um bom exemplo da necessidade de conhecimento das regras, pois, queimar a largada pode trazer prejuízos para o candidato e, consequentemente, para o seu negócio.

Propaganda política
Foto – Reprodução: Canva

Também é importante que se desenvolva uma marca política para o candidato. Na verdade, geralmente isso já vem impresso na origem do político. Pois, de maneira geral eles surgem de áreas de atuação prévias. Assim, naturalmente são representantes dos direitos da saúde, dos animais, da educação, das mulheres ou inúmeras possibilidades. Dessa forma, o papel do marketing é imprimir e desenvolver esses aspectos na marca política, a fim de fazer o candidato comunicar melhor essa faceta.

Por fim, é preciso que se invista em conteúdo de qualidade na propaganda política. Essa é uma das importâncias de se alinhar um bom calendário eleitoral e editorial. Dessa forma você evita a pulverização de conteúdos rasos e pode se aplicar no desenvolvimento estratégico e profundo daquilo que realmente interessa. Depois disso, é só aproveitar as ferramentas possíveis e lícitas, especialmente nas redes sociais, para movimentar o conteúdo.

Viu como não há nada de difícil na propaganda política? Difícil mesmo é não aproveitar as chances de se especializar no assunto e contribuir.

Leia também: 6 tendências em marketing digital em 2022

Mas, se quiser  saber mais sobre o assunto, basta entrar em contato com a gente!

Posts relacionados

Inscreva-se e receba

conteúdos exclusivos

Seja Vono Marketing

Alavanque o
seu negócio

no mundo do
marketing